Posts

Showing posts from September, 2016

Pó (Para Roger Tran)

Todo amor que vem de Chartres ou da Paraiba
Esta condenado a virar pó
E o amor que cresceu aqui em casa
Tambem esta condenado a virar pó

Eu queria que esta canção fosse uma expressão de gratidão
De ter vivido um verdadeiro amor
E hoje meu coração que se encontra na solidão
Como se no passado não existisse dor


Músicas e artes são eternas
É o melhor paliativo para minha dor
E esta falta de tesão que é um doce palavrão
Eu queria que voce não estivesse só
Por favor não vire pó

-x-